Justiça deixa Zé Dirceu na Papuda

Justiça deixa Zé Dirceu na Papuda

Ex-ministro (Casa Civil/Governo Lula), condenado a 30 anos de prisão na Lava Jato, está preso desde 17 de maio em Brasília e poderá cumprir sua pena mais perto da família, que reside na capital

Luiz Vassallo e Ricardo Brandt

07 Junho 2018 | 21h45

Jose Dirceu. Foto: AFP PHOTO / Heuler Andrey

A Justiça Federal no Paraná autorizou o ex-ministro José Dirceu (Casa Civil/Governo Lula) a cumprir a pena que a Lava Jato lhe impôs na Penitenciária da Papuda, em Brasília, mais próximo de sua família, que reside na capital.

Zé Dirceu está preso desde 17 de maio. Ele se entregou à Polícia Federal depois que o Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4) negou seu último recurso, embargos de declaração, contra a sentença que a Corte lhe impôs, 30 anos, 9 meses e dez dias de reclusão, pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Inicialmente, havia dúvidas sobre o lugar onde o ex-ministro iria cumprir a pena, ou em Curitiba, base e origem da Lava Jato, ou em Brasília, onde reside sua família.

Sua defesa, a cargo do criminalista Roberto Podval, alegou que Zé Dirceu quer ficar mais perto dos familiares. A Justiça Federal no Paraná acolheu o pedido da defesa e autorizou que ele cumpra a pena na Penitenciária da Papuda.