Juridiquês não tem vez

Juridiquês não tem vez

Assista ao juiz Guilherme Madeira Dezem no site do Tribunal de Justiça de São Paulo falando da polêmica figura da toga

Redação

06 de fevereiro de 2020 | 05h13

O juiz Guilherme Madeira Dezem, em vídeo publicado no site do Tribunal de Justiça de São Paulo, faz breve explanação sobre o juiz de garantias, polêmica figura criada pela legislação para cuidar das investigações do inquérito policial – outro magistrado vai julgar o caso.

Fezem fala no quadro ‘Juriquês não tem vez’.

Ele transmite uma mensagem didática, sem nenhum juízo de valor.

Assista

‘O juiz de garantias é um juiz criado pela legislação brasleira para cuidar de atos da investigação do inquérito policial.’

‘Aqueles que são favoráveis ao juiz de garantias sustentam que haverá uma melhora na qualidade das sentenças porque o juiz será mais imparcial.’

‘Aqueles que são contrários sustentam que não há essa mehora e haverá um aumento de custos para o Poder Judiciário e para a população.’

‘Hoje está suspensa a implementação pelo prazo de até 180 dias por força de liminar proferida pelo ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal.’

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.