Juízes condenados por corrupção e homicídio perdem cargo, holerite e aposentadoria

Juízes condenados por corrupção e homicídio perdem cargo, holerite e aposentadoria

Ato publicado no Diário da Justiça Eletrônico, de autoria do presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, atinge Fernando Sebastião Gomes e Marcos Antonio Tavares

Redação

18 Julho 2018 | 11h13

Sede do Tribunal de Justiça de São Paulo. Foto: TJSP

Dois juízes de São Paulo condenados criminalmente, um por corrupção passiva, o outro por homicídio, tiveram declarada a perda do cargo. O ato do presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, desembargador Manoel de Queiroz Pereira Calças, foi publicado no Diário da Justiça Eletrônico nesta terça,17.

O ato declara a perda do cargo dos juízes Fernando Sebastião Gomes e Marcos Antonio Tavares. Os ex-magistrados foram julgados e condenados criminalmente pela Justiça de São Paulo por corrupção passiva e homicídio, respectivamente, destacou o site do TJ paulista.

“As decisões foram confirmadas pelas instâncias superiores, após diversos recursos. Com o trânsito em julgado das ações, comunicado recentemente pelo Supremo Tribunal Federal, foi determinada a perda dos cargos, cessados imediatamente os pagamentos administrativos, incluindo aposentadoria”, informou o tribunal.

A reportagem está tentando localizar a defesa dos ex-magistrados. O espaço está aberto para manifestação.

Mais conteúdo sobre:

Tribunal de JustiçaSão Paulo