Juíza condena operador do PSDB a 145 anos de prisão, a mais alta pena da Lava Jato

Maria Isabel do Prado, da 5.ª Vara Federal de São Paulo, impôs a Paulo Vieira de Souza, ex-diretor da Dersa, nova sentença, agora no processo por supostos desvios de R$ 7,7 mi; ele é acusado por peculato, inserção de dados falsos e associação criminosa; magistrada aplica multa de R$ 13,4 milhões