Juiz do Piauí solta o próprio filho, preso em flagrante por dirigir embriagado e bater em motocicleta

Juiz do Piauí solta o próprio filho, preso em flagrante por dirigir embriagado e bater em motocicleta

Noé Pacheco de Carvalho, da 1ª Vara da Comarca de Floriano (PI), admitiu em decisão que estaria 'tecnicamente impedido' para atuar no caso

Paulo Roberto Netto

31 de março de 2021 | 20h27

O juiz Noé Pacheco de Carvalho, da 1ª Vara da Comarca de Floriano (PI), determinou a soltura do próprio filho, o estudante Lucas Manoel Soares Pacheco, preso em flagrante por dirigir embriagado e bater em uma motocicleta. Na decisão que tirou o filho da prisão, o magistrado admite que estaria ‘tecnicamente impedido’ para atuar no caso, mas que ‘algumas situações deveriam ser levadas em consideração’.

As situações, segundo o juiz, seria o fato de seu substituto estar de férias e que, por isso, o Tribunal de Justiça do Piauí deveria apontar um magistrado para julgar o caso. “O que certamente levará tempo, acarretando demora injustificada na defesa do autuado”, argumentou.

O filho do juiz foi preso após bater em uma motocicleta no município de Floriano, localizado a 243 quilômetros de Teresina. A vítima e o namorado interceptaram o veículo do estudante e acionaram a Polícia Rodoviária Federal para apurar as causas do acidente. Os agentes realizaram um teste do bafômetro, que detectou ‘teor de 1,6 mg/l de álcool por litro expelido pelos pulmões’ de Lucas Pacheco.

Sede do Tribunal de Justiça do Piauí. Foto: TJPI / Divulgação

Apesar de considerar que a prisão em flagrante não ostentou ‘qualquer ilegalidade’, o juiz Noé Carvalho afirmou que a conduta do próprio filho ‘não causou significativo abalo a ordem pública e nem evidenciou periculosidade’.

“Ademais, o indiciado é tecnicamente primário e possui residência física. Não há indicativos concretos de que os suspeitos pretendam furtar-se à aplicação da lei penal, tampouco que irá perturbar gravemente a instrução criminal”, justificou.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.