Internada com AVC, dona Marisa é diagnosticada com trombose nas pernas

Internada com AVC, dona Marisa é diagnosticada com trombose nas pernas

Mulher do ex-presidente Lula passou por procedimento para evitar embolia e segue com quadro estável, segundo boletim do Hospital Sírio-Libanês

Mateus Coutinho e Fausto Macedo

31 de janeiro de 2017 | 14h46

(FILES) This file photo taken on October 02, 2016 shows the wife of Brazilian former president Luiz Inacio Lula da Silva, Marisa Leticia, at a polling station during the municipal elections' first round in Sao Bernardo do Campo, 25 km south of Sao Paulo, Brazil, on October 2, 2016. Marisa Leticia suffered a brain hemorrhage on January 24, 2017 and was hospitalized in Sao Paulo. / AFP PHOTO / NELSON ALMEIDA

A ex-primeira-dama Marisa Letícia. Foto: AFP PHOTO / NELSON ALMEIDA

A ex-primeira-dama Marisa Letícia, mulher do ex-presidente Lula, foi identificada na tarde desta segunda-feira, 30, com trombose venosa nas pernas e foi submetida a um procedimento para prevenir que ocorresse embolia (entupimento das veias) no Hospital Sírio-Libanês. As informações são do mais recente boletim médico divulgado pelo hospital nesta tarde que afirma que ela está com quadro estável.

Segundo a nota, a ex-primeira-dama segue na UTI, onde completa uma semana internada desde que sofreu um AVC em sua residência, em São Bernardo do Campo, no último dia 24.

“Desde a admissão hospitalar até a presente data, a paciente permanece com controle neurointensivo, apresentando melhora progressiva dos parâmetros evolutivos neurológicos – tomografia de crânio, ultrassonografia doppler transcraniano e pressão intracraniana”, segue a nota.

O hospital informa ainda que ela não tem nenhuma alteração na coagulação, função renal ou hepática e tampouco precisa de medicamentos para controlar a pressão.

“A paciente permanece estável do ponto de vista cardiovascular, com níveis normais de pressão arterial sem necessidade de utilização de medicamentos para controle pressórico, apresentando ecocardiograma seriadamente normal”, diz o boletim.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

Marisa LeticiaHospital Sírio Libanês

Tendências: