Ibama descobre importação ilegal de aranhas

Ibama descobre importação ilegal de aranhas

Um lagarto leopardo e 64 aranhas caranguejeiras eram mantidos irregularmente em imóvel residencial na cidade de Limeira, interior de São Paulo

Luiz Vassallo

26 de abril de 2019 | 08h02

Reprodução

Ação de fiscalização realizada pelo Ibama em conjunto com a Polícia Militar de São Paulo resultou na apreensão de 80 animais silvestres em Limeira (SP). Um lagarto leopardo e 64 aranhas caranguejeiras eram mantidos irregularmente em imóvel residencial.

O criadouro clandestino foi descoberto no dia 17 passado após interceptação pelos Correios de encomenda procedente do Chile que continha 15 aranhas. O responsável foi autuado, informou o Ibama em sua página na internet na terça, 23.

Operadores de raio-x identificaram a remessa durante inspeção de rotina no Centro de Tratamento de Correspondências Internacionais dos Correios em São Paulo e alertaram a equipe da Unidade Técnica do Ibama no Aeroporto Internacional de Guarulhos.

Após constatar que os animais estavam em ‘boas condições’, os agentes ambientais acionaram a Coordenação-Geral de Fiscalização do Ibama, em Brasília, e a Unidade Técnica do Ibama no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP).

A entrega da encomenda foi monitorada por agentes do Instituto e de batalhões ambientais das PMs de Rio Claro (SP) e Campinas (SP). De acordo com a Polícia Militar, o destinatário já havia sido alvo de fiscalização.

Os 80 animais apreendidos foram destinados ao Laboratório Especial de Coleções Zoológicas do Instituto Butantan, em São Paulo.

O Ibama informou que as informações reunidas durante a ação fiscalizatória serão encaminhadas ao Ministério Público Federal para ‘apuração de responsabilidade criminal’.

Tendências: