Homem que envenenou cachorrinha é condenado a indenizar em R$ 4 mil donos do animal

Homem que envenenou cachorrinha é condenado a indenizar em R$ 4 mil donos do animal

Segundo a ação, acusado arremessou objeto no pátio da casa, consumido pela cadela 'Pulga', que morreu horas depois por intoxicação

Pepita Ortega

03 de junho de 2019 | 12h15

Foto: Pixabay

A Justiça em Santa Catarina determinou que um homem que envenenou uma cachorra em Criciúma pague indenização de R$ 4 mil aos donos do animal de estimação. Ele teria arremessado um objeto no pátio da casa, que acabou sendo consumido pela cadela chamada ‘Pulga’.

Documento

A cachorra morreu horas depois em decorrência de ‘complicações compatíveis com envenenamento’, aponta o laudo clínico elaborado pelo médico veterinário.

A ação do homem foi gravada pela pela câmera de segurança da residência.

Segundo os autos, a culpa do homem pela morte do animal ficou demonstrada porque a câmera ‘não flagrou atitude suspeita de qualquer outra pessoa, sendo o acusado o único que forneceu objeto estranho à cachorra’.

Para Ana Lia Barbosa Moura Vieira Lisboa Carneiro, juíza titular do Juizado Especial Cível da comarca de Criciúma e responsável pela decisão, a conduta do homem é ‘abominável’.

De acordo com a magistrada, ‘não há dúvidas do abalo moral sofrido pelos donos com a morte da cadelinha’.

Ana Lia destacou que os animais domésticos ‘são acolhidos como verdadeiros membros da família e conseguem propiciar companheirismo, genuíno afeto, carinho e amor’ aos donos.

Cabe recurso da decisão.

Tudo o que sabemos sobre:

IndenizaçãoCachorro

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.