Homem é condenado por xingar ex-namorada em público

Ele terá de indenizá-la em R$ 1,5 mil por ofensas; caso ocorreu na cidade de Epitaciolândia, no Acre

Redação

08 de janeiro de 2015 | 08h39

Por Julia Affonso

Um homem foi condenado a indenizar a ex-namorada, após tê-la xingado em público, na cidade de Epitaciolândia, no Acre. Ele terá de pagar R$ 1,5 mil, por danos morais.

De acordo com o processo, em dezembro de 2013, os jovens, que namoravam à época, discutiram por ciúmes em frente a um supermercado. Ela teria sido chamada de “vagabunda” e “galinha” em público. O jovem negou os xingamentos e afirmou que o caso era “um meio de vingança” da ex-namorada pelo fim do relacionamento.

Na decisão em 1ª instância, a juíza Joelma Nogueira destacou que diante das provas testemunhais “restou claro que o reclamado ofendeu deliberadamente a reclamante”. A testemunha afirmou que o homem falava muito alto no local e as pessoas em volta podiam escutar as ofensas.

O jovem entrou com recurso para tentar mudar a decisão, mas a apelação foi rejeitada. O juiz José Augusto destacou o depoimento de uma testemunha que “confirmou ter visto e escutado, em local público e na presença de outras pessoas, o reclamado ofendendo moralmente a reclamante”.

Tudo o que sabemos sobre:

AcreTJ-ACTribunal de Justiça do Acre