Homem condenado por emboscada para tentar matar irmão que não vendeu cerveja fiado

Homem condenado por emboscada para tentar matar irmão que não vendeu cerveja fiado

Tribunal do Júri de Ipumirim, no interior de Santa Catarina, sentenciou réu a 12 anos de prisão, em regime fechado, por tentativa de homicídio do próprio irmão a golpes de facão

Pepita Ortega

17 de novembro de 2019 | 07h00

Apenas cinco meses após a ocorrência do crime, um homem acusado de fazer uma emboscada para tentar matar o próprio irmão, em Lindóia do Sul, no Oeste de Santa Catarina, foi condenado a 12 anos de prisão, em regime fechado.

O Tribunal do Júri de Ipumirim condenou o réu acusado de atrair para a morte o irmão.

O réu atacou o irmão a golpes de facão, atingindo a orelha e o pescoço da vítima. Foto: Pixabay/@vskwatanabe/Divulgação

Segundo o processo, o acusado teria se desentendido com a vítima que não lhe vendeu cerveja fiado.

Segundo a denúncia, o acusado colocou um galho de árvore na estrada para que o irmão tivesse que descer da motocicleta que conduzia. Depois o atacou a golpes de facão, atingindo a orelha e o pescoço da vítima.

A morte foi evitada por um policial militar que fazia rondas na linha Sertãozinho, local do crime.

Preso preventivamente desde a data do crime, há cinco meses, o homem não poderá recorrer em liberdade.

Os jurados reconheceram as qualificadoras de motivo fútil, emprego de meio cruel e emboscada. A pena foi aumentada por ter sido o crime praticado contra irmão.

Tudo o que sabemos sobre:

homicídiocerveja

Tendências: