Home office: em tempo de coronavírus, como se manter produtivo fora da empresa?

Home office: em tempo de coronavírus, como se manter produtivo fora da empresa?

Mônica Camargo Tracanella*

22 de março de 2020 | 09h00

Mônica Camargo Tracanella. FOTO: DIVULGAÇÃO

O vírus responsável pela covid-19, uma variação da família do coronavírus, está colocando o mundo em alerta desde dezembro de 2019, quando as autoridades chinesas começaram a notificar casos de pneumonia na cidade de Wuhan, uma metrópole com 11 milhões de habitantes na China.

Desde que o vírus chegou ao Brasil, já são mais de 300 casos confirmados. Instituições públicas e privadas já anunciaram algumas medidas com o objetivo de conter a contaminação da doença, que pode ter consequências graves em pessoas mais debilitadas, como os idosos e pessoas com baixa imunidade, que apresentam comorbidades ou que têm diagnósticos de outras doenças.

Uma das principais recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) é evitar aglomerações. Por isso, o home office (que já é uma realidade para muitos trabalhadores brasileiros) está sendo cada vez mais adotado nos ambientes profissionais, com o objetivo de preservar a saúde dos funcionários que naturalmente se expõem no deslocamento até o  trabalho – principalmente nos transportes públicos, onde transitam milhares de pessoas todos os dias. Até que a pandemia seja controlada, muitos deles passarão a exercer suas tarefas em casa.

Tendo em vista esta situação, como os funcionários devem se preparar para trabalharem em ‘home office’? É essencial para o bom andamento das funções que os funcionários estejam alinhados entre si.

Mais do que em qualquer outra situação, a comunicação clara e um bom alinhamento são fundamentais para minimizar possíveis problemas e desencontros que possam surgir como consequência da distância das equipes.

Enquanto algumas pessoas acreditam que o ‘escritório em casa’ seja o jeito mais fácil de cumprir a rotina, para outras é um desafio manter a mesma concentração e o bom rendimento de quando se está no escritório. O trabalho remoto, principalmente para quem não está acostumado, vai exigir doses extras de disciplina e organização, com o objetivo de manter o foco e a produtividade necessários para não impactar a entrega do profissional.

Para ajudar a vida de quem está de home office, a especialista listou várias dicas; confira!

1 – Acorde cedo

Ao trabalhar em casa, não significa que você deva despertar no horário exato de começar suas atividades. Acorde cedo o suficiente não só para conseguir organizar seu ambiente de trabalho com calma, mas também para realizar as tarefas do dia-dia como tomar banho e café da manhã. Começar a rotina com essas atividades pode te dar o ânimo necessário para ter um bom rendimento no trabalho ao longo do dia.

2 – Faça uma lista de tarefas

Organize uma agenda com os compromissos e tarefas de trabalho que precisam ser realizadas, encaixando também os horários necessários para imprevistos e urgências.

Desta forma, nenhuma ocorrência prejudicará o trabalho e ao final do dia, todas as atividades do campo profissional e pessoal terão sido cumpridas sem nenhum contratempo.

3 – Defina os horários de pausa

É comum que no sistema de home-office os funcionários tenham dificuldades em definirem com clareza  os seus horários de trabalho e assim,acabem não usufruindo dos seus momentos de pausa. Estabeleça com sua equipe, por exemplo, os horários de almoço e do final do expediente para que as horas de trabalho não sejam ultrapassadas.

4 – Esteja disponível 

Uma das consequências naturais do trabalho remoto é a distância física da equipe como um todo. Por isso, a interação se torna uma das principais chaves para o bom andamento das demandas, sendo ainda mais importante o alinhamento entre todos. Esteja em contato constante com a sua equipe para obter e fornecer informações, acompanhar tarefas e tirar dúvidas.

5 – Seja pró-ativo

A proatividade é um dos requisitos principais para qualquer pessoa que deseja se manter no mercado de trabalho e ser reconhecido profissionalmente.

Se hoje em dia essa característica é uma das peças fundamentais nas empresas, no sistema de home office o funcionário deve ter ainda mais consciência sobre ela. Por isso, a principal regra é não se tornar invisível: se mostre apto e preocupado com o bom andamentodo trabalho, estando à disposição da equipe e compartilhando ideias que podem ser pertinentes na resolução de situações ou para evitar problemas futuros.

6 – Mantenha a concentração 

A maior dificuldade quando trabalhamos em casa é evitar distrações: animais de estimação, televisão, conversa entre os outros moradores, tarefas domésticas pendentes… por isso, é essencial isolar-se em um ambiente e organizá-lo como o seu escritório, dedicando-se apenas para as suas tarefas. Assim, o período de trabalho será mais produtivo.

7 – Entre em um acordo com os moradores

Para quem não mora sozinho, um dos maiores desafios de trabalhar em casa é o silêncio. Seja com os ‘roommates’ ou familiares, é essencial estabelecer um diálogo e explicar que trabalhar em casa é tão importante quanto no escritório da empresa, e que por este motivo devem ter a consciência de que suas horas de trabalho têm que ser respeitadas.

Para pais de crianças pequenas, a organização da agenda e dos horários se tornam ainda mais primordiais para que os momentos de trabalho não fiquem conturbados. Se de manhã os pequenos estão em casa, por exemplo, deixe para se dedicar à eles durante esse período do dia e à tarde se concentre em terminar suas tarefas.

8 – Aprenda a lidar com a solidão  

É comum sentirmos falta da movimentação do escritório ao trabalharmos de casa, já que não há a convivência diária com os colegas que permitem, de maneira mais natural, certas trocas de informações, elaboração de estratégias, reuniões olho no olho e, até mesmo, companhia para os momentos de pausa, como por exemplo nos horários de almoço.

A ansiedade acaba se tornando um problema, e ligações e mensagens a todo momento podem causar o efeito contrário quando o objetivo é colaborar com o trabalho do time, podendo atrapalhar os colegas com as inúmeras interrupções ao invés de ajudá-los.

Por isso, uma das soluções para lidar com a solidão acarretada pelo trabalho longe da equipe é usar a tecnologia como aliada: combine horários para as calls (chamadas de vídeo). Nos últimos tempos, elas se tornaram muito eficazes para manter a comunicação à distância e o alinhamento entre os funcionários. Assim, dúvidas, orientações e outros assuntos pertinentes poderão ser conversados com mais clareza.

9 – Aproveite as vantagens

Trabalhar no ‘escritório em casa’ nos permitem algumas regalias que melhoram muito a nossa qualidade de vida, como usar roupas mais confortáveis, se alimentar bem e estar perto dos animais de estimação que deixam o ambiente mais leve. Usufrua destas vantagens para traçar novas metas e ter inspirações, contribuindo com novas ideias e estratégias para o trabalho.

10 – Termine o expediente 

É comum que as pessoas se tornem reféns do trabalho dentro da própria casa, então determinar um horário para o fim da jornada é essencial.

Tenha em mente que quando nos locomovemos do trabalho para o local onde moramos, não estamos disponíveis 24 horas por dia. Por isso, se o dia chegou ao fim e suas horas de trabalho já foram cumpridas, levante-se do espaço organizado para o home office, desligue o notebook e vá aproveitar o tempo livre da maneira que preferir.

*Mônica Camargo Tracanella é psicóloga e atuou como executiva de RH por mais de 20 anos. Sócia da Trilogie

Tudo o que sabemos sobre:

Artigocoronavírus

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.