‘Hoje é o dia em que todo cidadão é igual’, diz Toffoli

‘Hoje é o dia em que todo cidadão é igual’, diz Toffoli

Presidente do Supremo enfrentou uma hora de fila para votar em um colégio no Lago Norte, em Brasília

Redação

07 Outubro 2018 | 14h26

Dias Toffoli. Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

O presidente do Supremo e do Conselho Nacional de Justiça, ministro Dias Toffoli, votou na Seção Eleitoral 293, instalada em um colégio no Lago Norte, em Brasília, e enfrentou uma hora de fila. Na saída, ele falou com os jornalistas. “Hoje é o dia em que todo cidadão é igual, o voto de cada qual vale o mesmo.”

As informações foram divulgadas no site do Supremo. Toffoli disse ter observado, enquanto aguardava na fila a sua vez de votar, ‘todos vindo ordeiramente, de maneira tranquila, para apresentar o seu desejo do que quer para o País’.

O ministro destacou a presença de muitos idosos – que não são mais obrigados a votar –, e de pessoas com dificuldade de locomoção, mas que fizeram questão de manifestar seu voto, o que, segundo o ministro, ‘simbolizou a vontade do povo por democracia’.

O presidente do Supremo destacou a relevância do trabalho de 2 milhões de mesários que atuam nessas eleições em todo o País.

“Essas pessoas que passam o dia inteiro trabalhando, ajudando a democracia e ajudando o Brasil a escolher seus representantes.”

Ele salientou que mais da metade desses mesários trabalham voluntariamente.

“Desejo a todos os brasileiros um bom dia de voto e, com certeza, nós vamos ter um grande sucesso nessas eleições, no sentido de a democracia mais uma vez se afirmar e se reafirmar”, concluiu.

Toffoli citou dados de recente pesquisa segundo a qual a maioria da população apoia o sistema democrático.

Mais conteúdo sobre:

Dias ToffoliSTF