Hacker tentou invadir celular de Raquel

Hacker tentou invadir celular de Raquel

Fato já era sabido na PGR desde maio, e foi identificado pela área de tecnologia de informação do órgão, que vistoriou vários aparelhos depois que integrantes do MPF do Paraná denunciaram as invasões

Camila Turtelli/BRASÍLIA, Fausto Macedo, Luiz Vassallo e Julia Affonso/SÃO PAULO

25 de julho de 2019 | 17h49

Raquel Dodge. Foto: Dida Sampaio / Estadão

O celular da procuradora-geral da República, Raquel Dogde, sofreu uma tentativa de invasão do grupo preso sob suspeita de hackear de autoridades. A informação foi confirmada pela Procuradoria Geral da República (PGR). Diferentemente de outras autoridades, no caso da Dogde, os invasores não conseguiram ter acesso aos dados. O fato já era sabido na PGR desde maio, e foi identificado pela área de tecnologia de informação do órgão, que vistoriou vários aparelhos depois que integrantes do MPF do Paraná denunciaram as invasões.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: