‘Guerra das listas’ do PSL tem quatro deputados repetidos; veja quais

‘Guerra das listas’ do PSL tem quatro deputados repetidos; veja quais

Quatro deputados do PSL assinaram os pedidos para que Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) fosse líder da bancada do partido na Câmara e também colocaram seus nomes no pedido para que Delegado Waldir (PSL-GO) permanecesse no cargo

Camila Turtelli/BRASÍLIA

17 de outubro de 2019 | 16h19

Eduardo Bolsonaro. Foto: Nilton Fukuda/ESTADÃO

BRASÍLIA – Quatro deputados do PSL assinaram os pedidos para que Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) fosse líder da bancada do partido na Câmara e também colocaram seus nomes no pedido para que Delegado Waldir (PSL-GO) permanecesse no cargo. Os nomes que aparecem nos três documentos – houve 2 listas pró-Eduardo – são Daniel Silveira (RJ), Luiz Lima (RJ), Coronel Chrisóstomos (RO) e Professor Joziel (RJ).

Segundo o deputado Daniel Silveira, a assinatura em todas as listas foi uma estratégia. Ele, que faz parte do grupo de parlamentares que apoiam o presidente Jair Bolsonaro, disse que a ideia foi deixar o outro grupo “relaxado” de que já tinham maioria e parassem de coletar mais assinaturas. Ele afirma ainda que novas listas devem ser protocoladas pelo grupo que quer Eduardo como líder.

Ao conferir as assinaturas no documento, a Secretaria Geral da Mesa da Câmara invalidou um nome dos 27 apresentados no primeiro documento pró-Eduardo e três no segundo — as assinaturas são comparadas com um cartão do deputado registrado na Casa.

Já a lista apresentada pelo grupo ligado ao presidente da legenda, Luciano Bivar (PE), teve 29 dos 31 nomes confirmados, mantendo Bivar no cargo. Ao todo, o PSL tem 53 deputados

Documento

Documento

Documento

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.