Grande fogueira de cocaína

Grande fogueira de cocaína

Com ordem judicial, Polícia Federal incinerou em Natal nesta sexta, 17, carregamento de 1,26 tonelada da droga que havia sido apreendida em 7 de dezembro de 2019 em Parnamirim (RN), escondida no interior de galpões e em um contêiner com caixas de melão que seguiria para a Europa

Pedro Prata

18 de janeiro de 2020 | 09h00

A Polícia Federal incinerou nesta sexta, 17, mais de uma tonelada de cocaína no alto-forno de uma usina na região metropolitana de Natal, com autorização da Justiça.

Somente na Grande Natal, em 2019, a PF apreendeu aproximadamente 6 toneladas de cocaína. Foto: PF/Divulgação

Ao todo, os federais queimaram 1.260 kg de cocaína, sob o testemunho de representantes do Ministério Público Federal e da Vigilância Sanitária.

Entorpecente foi queimado no alto-forno de uma usina. Foto: PF/Divulgação

A droga havia sido apreendida em 7 de dezembro de 2019, no bairro de Emaús, em Parnamirim/RN, escondida no interior de galpões e em um contêiner com caixas de melão que era transportado para o porto de Natal e, de lá, seguiria para a Europa.

Na ocasião, cinco homens foram presos em flagrante e indiciados por crime de tráfico internacional e associação ao tráfico de drogas.

Os agentes queimaram 1.260 quilos da droga. Foto: PF/Divulgação

Somente na Grande Natal, em 2019, a PF apreendeu aproximadamente 6 toneladas de cocaína.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: