Filha de Olavo de Carvalho diz que denunciou paradeiro de Queiroz e posta foto tomando suco de laranja

Filha de Olavo de Carvalho diz que denunciou paradeiro de Queiroz e posta foto tomando suco de laranja

Há quase um mês, Heloísa Carvalho e seu amigo, Bruno Maia, publicaram foto da fachada da casa onde o ex-assessor parlamentar foi preso; na legenda, informavam que ele estava no local

Rayssa Motta e Fausto Macedo

18 de junho de 2020 | 19h21

Reprodução / Instagram

A filha do astrólogo Olavo de Carvalho, ‘guru’ do bolsonarismo, alega ter sido uma das denunciantes do paradeiro de Fabrício Queiroz, pivô do suposto esquema de ‘rachadinhas’ que arrastou o gabinete do então deputado estadual Flávio Bolsonaro para o centro de uma investigação criminal.

O ex-assessor parlamentar do ‘filho 01’ do presidente Jair Bolsonaro foi preso nesta quinta-feira, 18, na casa do advogado Frederick Wassef, responsável pela defesa de Flávio no caso que levou Queiroz à prisão, o que levanta a suspeita sobre uma possível troca de informações entre investigados. Se for a hipótese for comprovada, pode configurar tentativa de obstrução de Justiça.

No dia 20 de maio, Heloísa de Carvalho e o amigo Bruno Maia, candidato a deputado federal pelo PSOL em 2018, publicaram nas redes sociais uma foto da fachada da casa de Frederick Wassef em Atibaia, no interior de São Paulo. Na legenda, informavam que Queiroz estava escondido no local e que a casa foi transformada em escritório de advocacia no último ano. “Será que foi de olho na inviolabilidade que escritórios dessa natureza gozam?”, sugere Maia.

Hoje, após a prisão, a dupla aparece em um novo registro, desta vez bebendo suco de laranja em frente ao ‘QG de Queiroz’, em alusão às denúncias de que o ex-assessor de Flávio era um ‘laranja’ no esquema investigado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro.

Reprodução / Instagram

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.