Faro Fino da PF prende dois por cocaína no correio expresso

Faro Fino da PF prende dois por cocaína no correio expresso

Irmãos acusados de tráfico internacional via postal foram localizados em Vila Formosa, na zona Leste de São Paulo

Julia Affonso e Luiz Vassallo

18 de abril de 2017 | 16h41

Foto: PF

Foto: PF

Foto: PF

Foto: PF

Foto: PF

Foto: PF

A Polícia Federal prendeu nesta terça-feira, 18, dois irmãos por tráfico internacional de drogas no âmbito da Operação Faro Fino – ação permanente para coibir o uso da via postal para o tráfico de drogas para o exterior. Eles foram presos na Vila Formosa, zona Leste de São Paulo.

O inquérito policial teve início em janeiro, quando uma empresa de correio expresso informou à PF a existência de substância que poderia se tratar de entorpecente em quatro encomendas aparentemente relacionadas entre si.

A perícia identificou mais de 30 quilos de cocaína oculta e dissimulada em bastões de silicone, tomadas, interruptores, chuveiros, tubos de cola, creme protetor para mãos, desengripantes e lubrificantes. Essas postagens com cocaína tinham por destino Camarões, Madagascar, Tailândia e Moçambique.

As investigações da PF apontaram que os responsáveis pelas remessas se utilizaram de documentos falsos nas empresas de envio. Após diversas diligências, os federais identificaram os responsáveis pelas remessas. A PF solicitou à Justiça Federal a expedição de mandados de prisão e busca na residência dos suspeitos.

Nesta terça, a PF apreendeu documentos com os nomes falsos utilizados nas postagens e três veículos – todos registrados com um dos nomes falsos.

A PF informou que os investigados vão responder por tráfico internacional de drogas e uso de documento falso. A investigação, agora, tenta identificar os fornecedores das drogas ‘e outros possíveis comparsas do grupo criminoso’.

Tudo o que sabemos sobre:

Polícia FederalTráfico de drogas

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.