Fake Money da PF ataca tráfico e dinheiro falso na Paraíba

Fake Money da PF ataca tráfico e dinheiro falso na Paraíba

Agentes cumprem cumprem seis mandados de prisão e fazem cinco buscas nas casas dos investigados em Campina Grande e Alagoa Grande

Redação

04 de março de 2020 | 08h22

Matéria atualizada às 11h50.

Foto: Fábio Motta/Estadão

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta, 4, a Operação Fake Money, para desarticular um grupo criminoso que pratica o tráfico de drogas e vende notas falsas na Paraíba. Segundo a PF, o nome da ação faz referência ao início do inquérito, que teve como base o crime de moeda falsa.

Até às 11h50 desta quarta, os agentes já haviam cumprido cinco dos seis mandados de prisão. Foram lavrados dois autos de flagrantes, sendo um por posse de arma e outro por posse de drogas.

Cerca de 30 policiais federais cumprem seis mandados de prisão e fazem cinco buscas nas casas dos investigados em Campina Grande e Alagoa Grande. As ordens foram expedidas pela 1ª Vara de Entorpecentes de Campina Grande.

Segundo a PF, as investigações tiveram início em abril de 2019, quando duas pessoas foram indiciadas pelo crime de moeda falsa. No entanto, ao longo da apuração, foi identificado que o grupo investigado também traficava entorpecentes.

A corporação indicou que os investigados podem responder pelos crimes de moeda falsa, tráfico de drogas e associação para o tráfico, cujas penas, somadas, chegam a 15 anos de reclusão.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.