Fachin mandou prender 8 na Patmos

Fachin mandou prender 8 na Patmos

Cerca de 200 policiais federais cumprem 49 mandados judiciais, sendo 41 de busca e apreensão e 8 de prisão preventiva nos estados de Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo e Maranhão, além do Distrito Federal

Fabio Serapião, Fabio Fabrini, Fausto Macedo e Julia Affonso

18 de maio de 2017 | 11h59

Andrea Neves. Foto: Marcos Alves/O Globo

A Polícia Federal cumpre nesta quinta-feira, 18, mandados expedidos pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, referentes a processos instaurados a partir de provas obtidas na Operação Lava Jato. O ministro decretou oito prisões preventivas.

Foram presos até o momento: Andrea Neves, irmã do senador Aécio Neves, Frederico Pacheco de Medeiros, primo do tucano.

Cerca de 200 policiais federais cumprem 49 mandados judiciais, sendo 41 de busca e apreensão e 8 de prisão preventiva nos estados de Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo e Maranhão, além do Distrito Federal.

As buscas ocorrem na residência de investigados, em seus endereços funcionais, em escritórios de advocacia e órgãos públicos.

O objetivo das medidas é coletar provas de corrupção e crimes contra a administração pública, entre outros crimes, nas investigações que tramitam no STF.

MANDADOS

Minas Gerais – 17 buscas e 3 prisões preventivas
Paraná – 2 buscas e 1 prisão preventiva
Rio de Janeiro – 3 buscas
São Paulo – 7 buscas e 1 prisão preventiva
Maranhão – 1 prisão preventiva
Distrito Federal – 12 buscas e 2 prisões preventivas

Tudo o que sabemos sobre:

operação Lava JatoAécio Neves

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.