Ex-diretor da Petrobrás confessa ter recebido R$ 1,6 mi de empreiteira

Renato Duque, indicado pelo PT, diz que fez 'consultoria' para UTC Engenharia

Redação

20 de novembro de 2014 | 21h21

Por Ricardo Brandt, Mateus Coutinho e Fausto Macedo

O ex-diretor de Serviços da Petrobrás, Renato Duque – indicado para o cargo pelo PT – declarou à Polícia Federal que recebeu R$ 1,6 milhão da empreiteira UTC Engenharia a título de “consultoria”. Duque está preso na PF em Curitiba, base da Operação Lava Jato, desde sexta feira, 14, por ordem judicial. Ele é apontado como integrante do esquema de propinas e corrupção na estatal petrolífera.

Segundo os investigadores, a UTC integrava o cartel de empresas que assumiram o controle dos maiores contratos da Petrobrás. O presidente da UTC, Ricardo Pessoa, também está preso.

Veja também:

Justiça nega pedido de interrogatório de Costa pela Petrobrás

BC bloqueia R$ 47,8 milhões de executivos e ex-diretor da Petrobrás

 

Tudo o que sabemos sobre:

operação Lava JatoRenato Duque