Estamos todos à beira de um colapso

Estamos todos à beira de um colapso

Maria Fernanda Tartoni*

10 de março de 2021 | 07h00

Maria Fernanda Tartoni. FOTO: DIVULGAÇÃO

Meu nome é Maria Fernanda Tartoni. Tenho 47 anos, nasci em São Paulo e aos 18 anos fiz de Porto Alegre minha casa. Sou cozinheira, chef de cozinha e empresária. Até pouco tempo eu tinha dois restaurantes que orgulhosamente ostentavam o meu sobrenome, homenageando minhas origens italianas. Em 2013 optei por fechar uma das operações: complicado demais, grande demais, caro demais. Hoje sigo com a sede original, em um dos shoppings mais tradicionais da cidade.

Mas as portas estão fechadas.

Meu nome é Maria Fernanda Tartoni. Tenho 47 anos, nasci em São Paulo e aos 18 anos fiz de Porto Alegre minha casa. Sou cozinheira, chef de cozinha e empresária. Sempre me envolvi muito em questões do segmento da alimentação fora do lar, fazendo parte de grupos ligados ao Sebrae, aos sindicatos, reuniões de empresários. Em 2015 fui convidada para ser a presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Rio Grande do Sul, entidade que reúne mais de 400 estabelecimentos em todo o estado.

Todos eles de portas fechadas.

Há um ano vivemos em um looping eterno, um abre e fecha impossível de programar, de planejar. São compras que fazemos e que não vamos utilizar, pois são perecíveis. São aluguéis que vamos atrasar, porque não temos como pagar. São impostos que não vamos honrar, porque não temos de onde tirar. São compromissos que não vamos cumprir, porque não conseguimos. São vagas que vamos fechar, porque não podemos manter.

Estamos vivendo 2020, parte 2

Sobrevivemos a mais uma semana sem poder abrir as portas, e com isso nosso faturamento cai pela metade – ou mais, em alguns casos. O que já era ruim, ficou ainda pior. Ou viramos reféns da tele-entrega e pegue e leve ou fechamos de verdade. Quem de nós teve coragem e crédito seguiu aberto contraindo novos empréstimos. Todas as receitas de bares e restaurantes caíram: todas as contas aumentaram. Sem apoio do poder público, o cenário é desesperador.

Estamos à beira de um colapso.

*Maria Fernanda Tartoni, empresária, presidente da Abrasel no RS

Tudo o que sabemos sobre:

Artigo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.