ESG e o significado de muita relevância para o futuro

ESG e o significado de muita relevância para o futuro

Victoria Rizo*

16 de agosto de 2021 | 07h00

Victoria Rizo. FOTO: ARQUIVO PESSOAL

Hoje tão destacada na mídia e na sociedade, a sigla ESG é uma incógnita para muitos, mas representa valor e responsabilidade social para as empresas, seus colaboradores e sociedade. Podemos definir ESG como uma junção de valores  sustentáveis, empresariais, éticos e comprometidos com  uma atuação responsável com meio ambiente e a sociedade. Traduzido do inglês, ESG, ou Environmental, Social and Governance, significa Governança Ambiental, Social e Corporativa.

Em nível global, muitas empresas já se deram conta da importância das práticas de ESG. Que também estão ligadas à humanizar as relações. Uma vez que se preocupam com responsabilidade social de forma ampla. Quando ouvimos falar em aquecimento global, devastação, desperdício e da necessidade de melhorias no cotidiano, que preservem o meio ambiente e a vida, podemos nos aproximar do significado real das práticas de ESG: são ações de governança para preservação, sim, do meio ambiente e da vida. E isso pode começar e se perpetuar no ambiente corporativo.

Vemos no Brasil o crescimento destas práticas, que agregam valor às corporações que declaram compromisso. Em nosso país, o crescimento de empresas que utilizam ESG e o reconhecimento da importância destas boas práticas é notável. E é um investimento que vale a pena, já que o mercado valoriza, a prática traz crescimento para as mesmas e nas regiões onde atuam, além de tudo, o ESG fomenta geração de empregos.

Os interiores do Brasil têm muito a crescer com ESG. Lá estão indústrias como as de papel e celulose e as produções agrícolas com grande potencial de crescimento.  Agregar valor  e reconhecimento ao trabalho que se faz é um passo enorme em um universo competitivo e desafiador. Estados do Sul do Brasil, além de Minas Gerais, São Paulo, Espírito Santo e Bahia, têm corporações investindo na prática de governança que leva em conta o social e o ambiental de forma ampla e respeitosa. Um ganho para a sociedade e prática que deve ser incentivada.

Hoje, consumir um produto de madeira certificada, obtida de maneira limpa ou de empresas que trabalham com reflorestamento e focam na diminuição do impacto ambiental, consumir produtos de uma cadeia produtiva sustentável, saber a origem, já interfere na escolha dos consumidores e na imagem das empresas de forma significativa.

ESG se faz através da atuação nos três pilares centrais na medição da sustentabilidade e do impacto social de suas ações ou negócios. A observação destes fatores, coopera para determinar melhor o desempenho das empresas, corrigir erros e sim, humanizar o ambiente de trabalho, dando melhores condições para quem faz o cotidiano e coloca tudo para funcionar, muitas vezes com ação de selos de certificação. Mercados de madeira, a produção agrícola e de embalagens com selo de sustentabilidade, são exemplos. E quem não quer investir ou não prefere consumir o que vem de uma empresa comprovadamente regular, que atua de forma responsável nos quesitos socioambientais?

ESG é importante para empresas para que desde a entrada da matéria prima, o começo do turno, até a última atitude de produção, se obtidos resultados, dentro da lei, com critérios, cuidados e responsabilidade. Atuar respeitando a natureza, a sociedade e multiplicando isso para aqueles que trabalham pela empresa ou com ela se relacionam. É construtivo, inteligente e gera uma imagem real e forte.

Há hoje toda uma publicização e toda uma necessidade no mercado, para que as corporações sejam vistas como responsáveis e confiáveis. Visto que seguem boas práticas, preservam o meio ambiente, atuam de forma limpa, acabam por fortalecer suas marcas, e este sim, como já dito, pode se tornar um critério de escolha para compradores de matéria prima, dos investidores e do consumidor final.

Investir em boas práticas é inteligente e faz bem ao país. ESG é evolução.

*Victoria Rizo, CEO de empresas de meio ambiente, advogada especialista em sustentabilidade. Comanda a Henvix Ambiental

Tudo o que sabemos sobre:

Artigo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.