Esfaqueador de Bolsonaro foi do PSOL

Adélio Bispo de Oliveira enfiou a ponta de uma faca no abdome do candidato à Presidência pelo PSL, que fazia campanha, na tarde desta quinta-feira, 6, em Juiz de Fora (MG)

Redação

06 Setembro 2018 | 17h28

Adelio Bispo de Oliveira, de 40 anos, natural de Montes Claros (MG), foi filiado ao PSOL entre maio de 2007 e dezembro de 2014 com registro no município de Uberaba. Na tarde desta quinta-feira, 6, ele foi preso em flagrante após ele ter atacado com uma faca o candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro, que estava em campanha no centro de Juiz de Fora (MG).

O candidato passa por cirurgia.

COM A PALAVRA, PSOL

A agressão sofrida pelo candidato do PSL, Jair Bolsonaro, configura um grave atentado à normalidade democrática e ao processo eleitoral. Nosso partido tem denunciado a escalada de violência e intolerância que contaminaram o ambiente político nos últimos anos. Por isso, não podemos nos calar diante deste fato grave.

Repudiamos esse ataque contra o candidato do PSL e esperamos das autoridades as medidas cabíveis contra seu autor!

Executiva Nacional do PSOL
6 de setembro de 2018