Empresário belga preso em Natal pela PF após deixar filhos na escola

Empresário belga preso em Natal pela PF após deixar filhos na escola

Homem de 48 anos foi capturado por ordem da Justiça estadual da Paraíba sob acusação de envolvimento em um duplo homicídio ocorrido em fevereiro de 2010 no litoral Sul paraibano

Luiz Vassallo

14 de agosto de 2019 | 18h52

Polícia Federal

Policiais federais prenderam nesta quarta, 14, na Zona Sul de Natal, um empresário belga, de 48 anos, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça Estadual da Paraíba.

Segundo consta no processo, o estrangeiro é suspeito de envolvimento em um duplo homicídio ocorrido em fevereiro de 2010, no Loteamento Village de Jacumã, em Conde, litoral Sul paraibano, e, desde então, nunca foi localizado.

Com a informação de que o procurado poderia estar no Rio Grande do Norte, a PF começou a investigar e, na manhã desta quarta, 14, o prendeu na Avenida Ayrton Senna logo após ele deixar os filhos na escola.

Ao ser abordado, o acusado se disse ‘surpreso’ e alegou desconhecer os fatos que motivaram a sua detenção.

Após ser submetido a exame de corpo de delito no ITEP, o homem foi levado para a Superintendência da PF, onde permanece custodiado à disposição da Justiça.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: