Embrulhada de Marco Aurélio provoca anedotas nas redes

Embrulhada de Marco Aurélio provoca anedotas nas redes

Internautas se divertem, um dia depois da decisão do ministro do Supremo, que mandou soltar todos os condenados em segunda instância judicial, medida que poderia incluir o ex-presidente Lula e cerca de 169 mil outros prisioneiros em todo o País

Redação

20 de dezembro de 2018 | 16h48

A decisão do ministro do Supremo Marco Aurélio Mello, que mandou soltar todos os condenados em segunda instância judicial, medida que poderia incluir o ex-presidente Lula e beneficiaria cerca de 169 mil outros prisioneiros, abasteceu a criatividade e o humor dos internautas. Nas redes, eles se divertem com os efeitos da bomba Marco Aurélio – afinal, desarmada por seu colega, Dias Toffoli.

A trapalhada jurídica pegou o País de surpresa às vésperas do recesso do judiciário, nesta quarta, 19, quando Marco Aurélio, numa penada só, mandou soltar os condenados cujos processos ainda não transitaram em julgado, ou seja, com recursos ainda pendentes até a última instância.

Menos de seis horas depois, ainda na quarta, 19, o presidente da Corte desfez a obra de Marco Aurélio e tudo ficou como antes, ou seja, continua valendo o entendimento de que condenado por colegiado judicial já pode cumprir a pena.

Até que Toffoli barrasse a iniciativa do colega o alvoroço estava formado. A defesa de Lula e os advogados de outros réus da Lava Jato apressaram-se em bater à porta da juíza Carolina Llebos, da 12.ª Vara Federal de Curitiba, que cuida da execução das penas impostas a eles pelo ex-juiz Sérgio Moro.

Como os internautas não perdem tempo, a embrulhada alimentou sua criatividade nas redes.

 

Mais conteúdo sobre:

Lulaoperação Lava Jato