Eleições 2018: Idec lança plataforma para candidatos se comprometerem com 10 demandas dos consumidores

Eleições 2018: Idec lança plataforma para candidatos se comprometerem com 10 demandas dos consumidores

ONG de Defesa do Consumidor destaca que eleitores podem pressionar candidatos a atender as necessidades dos consumidores e acompanhar o 'nível de aderência' de cada um dos presidenciáveis

Redação

30 Agosto 2018 | 11h36

Foto: Idec

O Idec, ONG de Defesa do Consumidor, lançou nesta quinta-feira, 30, sua plataforma com as 10 principais reivindicações relacionadas ao direito do consumidor para as eleições 2018. Na Plataforma dos Consumidores, os candidatos podem se comprometer a favor das demandas mais urgentes e contra as principais ameaças. Já o eleitor consegue saber quais são as propostas, conferir quem já aderiu e cobrar os candidatos que não se pronunciarem.

O Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) informou que a Plataforma dos Consumidores ‘é um convite aos eleitores a interagirem com os candidatos e cobrar posicionamento sobre temas fundamentais para a sociedade’.

No site, há um campo para envio das propostas para os candidatos à Presidência se comprometerem com cada um dos 10 tópicos apresentados.

Os dez temas selecionados se dividem em agências reguladoras, alimentação, bancos responsáveis, consumo sustentável, defesa do consumidor, dados pessoais, energia, internet e telefonia, saúde e transporte.

A cada tema que o candidato aderir, um placar mostra sua evolução.

“São temas de interesse de toda a população e propostas capazes de mudar a vida das pessoas para melhor”, destaca Marilena Lazzarini, presidente do Conselho Diretor do Instituto.

Marilena observa que o País vive ‘um cenário de muita incerteza política e a todo tempo surgem ameaças aos direitos e conquistas da sociedade’.

“Mas o poder está nas mãos dos eleitores e precisamos fazer pressão para o posicionamento dos candidatos em temas urgentes para todos nós.”

Além dos presidenciáveis, a Plataforma também pode ser apoiada por candidatos a outros cargos, como governadores, senadores, deputados federais e deputados estaduais e distritais.

Para essas funções, há apenas a possibilidade de adesão a todos os itens da pauta dos consumidores.

A Assessoria de Imprensa do Idec ressaltou que o Instituto fez contato com as campanhas dos candidatos à Presidência para apresentar a plataforma.

Os candidatos aos outros cargos podem aderir por meio do preenchimento de uma ficha de adesão, também disponível no site, que será checada com as campanhas de cada um que manifestar apoio às causas dos consumidores.

Para marcar o lançamento da ferramenta, nomes importantes da Defesa do Consumidor como Marilena Lazzarini, Marcelo Sodré, Fátima Pacheco Jordão e Teresa Liporace participarão de uma Live no Facebook do Idec, nesta quinta, às 13h30, para debater os principais desafios da área.

Até a eleição, o Idec estará acompanhando as adesões e em contato com as candidaturas.

A Plataforma já está disponível no endereço idec.org.br/plataformaeleicoes e todo cidadão pode ajudar a colocar a defesa do consumidor entre as prioridades destas eleições, além de compartilhar em suas redes com a hashtag #ConsumidorNasEleições.

Mais conteúdo sobre:

eleições 2018