Edredom de cocaína

Edredom de cocaína

Agentes da Polícia Federal apreendem 10 quilos da droga ocultos em um forro em meio a quatro cobertas e também duas bolsas com passageiro nigeriano que ia embarcar para Serra Leoa, na África

Pepita Ortega

11 de janeiro de 2020 | 10h20

Foto PF

A Polícia Federal prendeu no Aeroporto Internacional de São Paulo (Guarulhos/Cumbica) um nigeriano tentando embarcar para Serra Leoa, na África, com 10 quilos de cocaína oculta em um forro em meio a quatro edredons e duas bolsas.

O homem foi preso em flagrante.

A prisão ocorreu na noite de quarta, 8, durante fiscalização de rotina da PF junto

aos balcões de check-in.

O passageiro, de 48 anos, havia sido beneficiado pela Lei do Refúgio em 2018 e se encontrava na condição de residente.

Segundo a PF, ele foi revistado ‘por causa das suspeitas levantadas após respostas evasivas e nervosismo’.

Em uma sala reservada no aeroporto, para onde o nigeriano foi conduzido, policiais federais fizeram uma inspeção em sua mala.

Os agentes desconfiaram do ‘peso desproporcional de alguns objetos’.

Na presença de testemunhas os pertences do suspeito foram verificados mais detidamente.

Peritos criminais federais identificaram os 10 quilos de cocaína.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: