‘É bom que outros parlamentares coloquem suas barbas ou implantes de molho’, provoca líder do PSOL

‘É bom que outros parlamentares coloquem suas barbas ou implantes de molho’, provoca líder do PSOL

Deputado Chico Alencar (RJ) escreveu em seu perfil no Facebook que 'a casa caiu', ao comentar a prisão do senador Delcídio Amaral, do PT, alvo da Lava Jato

Mateus Coutinho e Julia Affonso

25 Novembro 2015 | 12h11

Plenário - Pequeno Expediente

O deputado Chico Alencar (PSOL-RJ). Foto: Estadão

O líder do PSOL na Câmara, senador Chico Alencar (RJ), aproveitou a prisão do líder do governo no Senado, Delcídio Amaral (PT-MS), acusado de prejudicar as investigações da Lava Jato, para criticar o governo federal e até o presidente do Congresso, Renan Calheiros (PMDB-AL), alvo de três inquéritos no Supremo decorrentes da operação.

“É bom que outros parlamentares, também com foro privilegiado, coloquem suas barbas (ou implantes capilares) de molho…”, provocou o deputado em um texto divulgado em seu perfil no Facebook intitulado “A casa caiu”. Alencar é um dos mais ferrenhos críticos ao envolvimento do presidente da Câmara Eduardo Cunha, denunciado por corrupção e lavagem de dinheiro, na Lava Jato.

Delcídio foi preso nesta manhã por determinação do Supremo Tribunal Federal após ser constatado que ele estaria agindo para prejudicar as investigações da Lava Jato junto com o banqueiro André Esteves, dono do BTG Pactual. A Polícia Federal interceptou ligação do senador com representantes de Cerver[o, preso em Curitiba, na qual o parlamentar oferece dinheiro para evitar que o ex-diretor da estatal citasse ele e o banqueiro em sua delação premiada.

[veja_tambem]

A menção aos implantes capilares foi uma provocação direcionada a Renan que, em dezembro de 2013, viajou em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) para ir ao Recife realizar uma cirurgia de implante capilar para implantar 10 mil fios de cabelo. Após a polêmica o senador devolveu R$ 27 mil raos cofres públicos.

Conforme decreto presidencial de 2002, autoridades, incluindo ministros de Estado e o presidente do Senado, podem usar aviões da FAB quando viajarem a serviço, por motivo de segurança e emergência médica ou em deslocamentos para a cidade onde têm residência permanente. A cidade de residência de Renan é Maceió, e ele não tinha nenhum compromisso oficial em Recife no dia do voo.

VEJA A ÍNTEGRA DA NOTA DE CHICO ALENCAR:

“O Senador Delcídio do Amaral (PT/MS), líder do governo, foi preso hoje cedo. O STF autorizou por ter flagrantes em que ele interfere nas investigações da Lava Jato.
É bom que outros parlamentares, também com foro privilegiado, coloquem suas barbas (ou implantes capilares) de molho…”