Doria nomeia Florisvaldo Fiorentino defensor-geral de São Paulo

Doria nomeia Florisvaldo Fiorentino defensor-geral de São Paulo

Florisvaldo Antonio Fiorentino Júnior, terceiro Subdefensor Público-Geral do Estado desde 2006, assumirá o cargo no próximo dia 16 de maio

Pepita Ortega e Fausto Macedo

28 de abril de 2020 | 16h36

O governador de São Paulo João Doria nomeou Florisvaldo Antonio Fiorentino Júnior como novo Defensor Público-Geral do Estado. A nomeação foi assinada em reunião realizada na segunda, 27, no Palácio dos Bandeirantes e publicada nesta terça-feira, 28, no Diário Oficial. O mandato de Florisvaldo tem início no próximo dia 16 e duração de dois anos, até 2022

Florisvaldo foi o candidato único na eleição de seus pares. Ele recebeu 575 de 751 votos, cerca de 76% do total.

Defensor Público aprovado no I Concurso de Ingresso na Carreira (2007), Florisvaldo atuou em Bauru, interior do Estado, nas áreas criminal e infância e juventude, assumindo também as coordenações regional e da unidade. Foi Terceiro Subdefensor Público-Geral do Estado entre 2016 e 2020.

O Governador do Estado recebeu Florisvaldo em audiência no Palácio dos Bandeirantes, em conjunto com o atual Defensor Público-Geral, Davi Depiné. Também participaram da reunião o Vice-Governador, Rodrigo Garcia, e a Procuradora-Geral do Estado, Maria Lia Porto.

“Sinto-me honrado e motivado pela confiança depositada por meus colegas para encarar os desafios à frente da Defensoria Pública-Geral. Nosso objetivo maior é manter a trajetória de fortalecimento contínuo da Defensoria Pública, cada vez mais atuante na defesa da população carente”, afirmou Florisvaldo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: