Dominus, da PF, investiga crime eleitoral

Dominus, da PF, investiga crime eleitoral

Operação deflagrada nesta quarta-feira, 6, apura 'destinação de unidades habitacionais do programa Minha Casa Minha Vida e ingerências ilegais na administração de condomínio'

Fausto Macedo e Julia Affonso

06 Junho 2018 | 10h26

Foto: PF

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira, 6, a Operação Dominus. A ação investiga crime eleitoral.

Em nota, a PF informou que cerca de 40 policiais federais cumprem dez mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Eleitoral de Pelotas.

A Federal relata que o inquérito foi aberto em dezembro de 2016, ‘a partir de informações que indicam a destinação de unidades habitacionais do programa Minha Casa Minha Vida e ingerências ilegais na administração de condomínio’. Os atos teriam sido praticados com o envolvimento de agentes públicos, com a finalidade de obter votos dos eleitores beneficiados, nos pleitos de 2012 e 2016.

Os investigados poderão ser indiciados com base no Artigo 299 do Código Eleitoral, além de outros crimes identificados no decorrer do inquérito.