Doleiro da Lava Jato passa mal na PF e é internado em Curitiba

Alberto Youssef foi submetido a um cateterismo e permanece internado, sob escolta da PF

Fausto Macedo

25 de julho de 2014 | 17h56

O doleiro Alberto Youssef, alvo maior da Operação Lava Jato, passou mal na manhã desta sexta feira, 25, na Custódia da Polícia Federal em Curitiba (PR). Ele foi removido em uma ambulância do SAMU para um hospital onde os médicos constataram alteração dos batimentos cardíacos do preso.

Por prevenção, Youssef foi submetido a um cateterismo e permanece internado, sob escolta de agentes da PF.

O doleiro já é réu em cinco ações penais no âmbito da Lava Jato, investigação sobre lavagem de dinheiro que pode ter alcançado R$ 10 bilhões. Ele foi preso no dia 17 de março, em São Luís (MA).

Tudo o que sabemos sobre:

Alberto Youssefoperação Lava Jato