Doleiro da Lava Jato de volta à PF e ao banco dos réus

Alberto Youssef, que passou mal na sexta feira, 25, e foi internado, compareceu a duas audiências na Justiça

Fausto Macedo

28 de julho de 2014 | 18h16

Alberto Youssef, o doleiro da Lava Jato, está de volta à Custódia da Polícia Federal e ao banco dos réus.

Nesta segunda feira, 28, ele compareceu à Justiça Federal em Curitiba para audiência em duas das cinco ações penais em que consta como acusado – uma delas relativa ao laboratório Labogen, do qual ele assumiu o controle para, segundo a PF, se infiltrar em órgãos públicos para ganhar contratos milionários e para lavar dinheiro.

Na sexta feira, 25, Youssef passou mal na carceragem da PF, em Curitiba, e foi removido para um hospital da cidade onde os médicos o submeteram a um cateterismo.

Nesta segunda feira ele foi levado à sede da Justiça Federal para a audiência na ação penal em que é acusado por lavagem de produto de tráfico de drogas e também para audiência na ação em que é acusado por evasão fraudulenta de divisas por celebração de contratos de câmbio para pagamentos de importações fictícias do Labogen e outras empresas.

Tudo o que sabemos sobre:

Alberto Yousseffoperação Lava Jato