Do ex-decano da Lava Jato para Aras: “Canalhas também envelhecem”

Do ex-decano da Lava Jato para Aras: “Canalhas também envelhecem”

Citando Rui Barbosa, ex-procurador Carlos Fernando Santos Lima reage a críticas do procurador-geral, Augusto Aras, à Lava Jato

Luiz Vassallo

27 de setembro de 2019 | 06h00

Ex-decano da Operação Lava Jato e atualmente advogado, Carlos Fernando Santos Lima reagiu às declarações do procurador-geral da República, Augusto Aras, em sua sabatina no Senado.

Aras foi escrutinado e aprovado pelos parlamentares, por 68 a 10, nesta quarta, 25. Durante sua sabatina, fez críticas à atuação da força-tarefa do Paraná.

Segundo Aras, faltou um ‘cabeça branca’ entre os procuradores que comandaram a Operação, referindo-se à experiência da força-tarefa. “Gostaria de dizer que, em relação a Deltan não há que se desconhecer o grande trabalho que ele fez, mas talvez, se tivesse lá alguma cabeça branca, dissesse para ele que poderia fazer tudo como ele fez, mas com menos holofote, menos ribalta.”

A declaração foi alvo de reação de Carlos Lima nesta quinta, 26, por meio das redes sociais. “Em resposta a Aras: “Não se deixem enganar pelos cabelos brancos, pois os canalhas também envelhecem”, reagiu, citando Rui Barbosa.

Tudo o que sabemos sobre:

operação Lava JatoAugusto Aras

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: