DNA leva PF a ladrão de carro dos Correios

DNA leva PF a ladrão de carro dos Correios

Policiais Federais de Curitiba cruzaram material genético encontrado no veículo assaltado com banco de dados federal e descobriram identidade do criminoso

Redação

05 de setembro de 2020 | 05h15

Assaltante foi identificado por material genético. Foto: FUTURA PRESS

A Polícia Federal prendeu nesta sexta-feira, 4, um homem suspeito roubar um carro de entrega dos Correios em Curitiba, capital do Paraná, no final do ano passado.

Os investigadores descobriram a identidade do assaltante através do banco federal de perfis genéticos. Em 2018, ele já havia sido preso preventivamente por suspeita de participação em um roubo semelhante e, após autorização judicial, seu DNA foi colhido e incluído na base de informações.

“O DNA coletado na época da primeira prisão (2018) fez com que o mesmo indivíduo fosse identificado pela prática do crime cometido contra os Correios em 2019, após seu perfil genético ser encontrado no veículo que teve seus objetos postais roubados”, informou a Polícia Federal.

O crime mais recente ocorreu de forma violenta, com uso de arma de fogo e restrição da liberdade do carteiro, que foi mantido no baú do veículo durante o assalto.

O mandado judicial foi expedido pela 23ª Vara da Justiça Federal de Curitiba. O preso será indiciado pelo crime de roubo qualificado, cuja pena pode ultrapassar 15 anos de prisão.

Tudo o que sabemos sobre:

Polícia FederalCorreios

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: