Diferença entre o cérebro feminino e masculino

Diferença entre o cérebro feminino e masculino

Fabiano de Abreu*

05 de março de 2021 | 08h00

Fabiano de Abreu. FOTO: DIVULGAÇÃO

Os padrões de conexões entre os neurônios são diferentes entre os dois gêneros. Os homens têm cerca de 30% mais conexões entre os neurônios e o cérebro das mulheres é menor do que dos homens, cerca de 12%, mas isso não define a inteligência como um todo. O fluxo sanguíneo e a proporção de substância cinzenta das mulheres são mais avantajados.

Elas têm maior densidade de neurônios nas regiões relacionadas à linguagem. Já os homens na região da lógica e espacial. Quando a mulher fala, os dois lados dos lobos frontais são ativados e no deles apenas o lado esquerdo.

O hipocampo (região relacionada à memória) das mulheres é maior do que dos homens, já a amígdala (reguladora das emoções e memórias relacionadas a emoção, comportamentos sociais e excitação sexual) é menor, cerca de 10%. Mas, nenhum estudo define que o tamanho da amígdala está relacionado ao homem ser mais agressivo e impulsivo, estando mais relacionado ao hormônio, no caso do homem a testosterona. Na mulher o estrogênio a faz mais delicada. Mas essas condições comportamentais também estão relacionadas à quantidade de testosterona recebida no útero, por parte da mulher.

Nas mulheres há um sistema mais robusto nos neurotransmissores serotonina, dopamina e GABA, com maior concentração no sangue como é o caso da serotonina, quando deprimidas, menor concentração, por isso a prevalência de depressão e transtornos alimentares.

A principal diferença entre os dois gêneros é o cromossomo Y, que afeta a anatomia e o comportamento. Também o hormônio define bastante essa diferença.

Quem é mais inteligente, é a pergunta que todos fazem. Não há o mais inteligente até porque QI varia de cada indivíduo, você pode ter uma mulher com o QI lógico maior que de um homem, mesmo normalmente os homens terem a região da lógica mais bem desenvolvida. As mulheres têm conexões mais abundantes entre os dois hemisférios cerebrais, direito e esquerdo, e os homens têm melhores conexões dentro de cada hemisfério.

Podemos dizer que o homem tem a região da lógica mais bem desenvolvida e a mulher tem um melhor desenvolvimento cognitivo. Ambos estão relacionados à inteligência. Eles têm a percepção do todo e elas são melhores em observar os detalhes.

*Fabiano de Abreu Rodrigues, neurocientista, neuropsicólogo, psicólogo, psicanalista, jornalista e filósofo. Integrante da SPN – Sociedade Portuguesa de Neurociências, da SBNEC – Sociedade Brasileira de Neurociências e Comportamento e da FENS – Federation of European Neuroscience Societies. Diretor da CPAH – Centro de Pesquisas e Análises Heráclito

Tudo o que sabemos sobre:

Artigo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.