Desembargador marca para 22 de abril votação de credores sobre recuperação judicial do grupo Odebrecht

Desembargador marca para 22 de abril votação de credores sobre recuperação judicial do grupo Odebrecht

Alexandre Lazzarini, da 1ª Câmara Reservada de Direito Empresarial, negou pedido das empresas do grupo, que queriam agendar votação para o próximo dia 14

Redação

11 de abril de 2020 | 12h54

O desembargador Alexandre Lazzarini, da 1ª Câmara Reservada de Direito Empresarial, agendou para 22 de abril a assembleia geral de credores que discutirá o plano de recuperação judicial do grupo Odebrecht. A decisão foi tomada em ação movida por empresas do conglomerado, que pediam a realização do encontro no próximo dia 14.

Segundo os empresários, não foram feitas alterações no plano descrito na última assembleia, realizada em março, e que todos os pontos relativos ao acordo foram esclarecidos e debatidos. À época, a maioria dos credores estavam de acordo com a realização de votação no dia 14 de abril.

Documento

No entanto, Lazzarini indeferiu o pedido após considerar que houve mudanças no plano, o que demandaria maior prazo para avaliação de risco e perdas por parte dos credores.

“Os interessados poderão realizar uma assembleia no dia 14/4, todavia, apenas para dar continuidade aos debates, sem votação da consolidação substancial e do plano de recuperação judicial, o que deverá ocorrer apenas no dia 22/4/2020”, decidiu.

Sede da Odebrecht em São Paulo. Foto: JF Diorio/Estadão

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.