Deputado pede revogação de título de cidadão honorário dado a Dirceu

Deputado pede revogação de título de cidadão honorário dado a Dirceu

Felipe Francischini afirmou que honraria é concedida a autoridades com reputação ilibada, algo que, segundo o parlamentar, o ex-ministro não tem

Redação

19 de agosto de 2015 | 15h09

Por Ricardo Chapola

Felipe-Francischinidiv

O deputado estadual do Paraná, Felipe Francischini (SD), pediu nesta quarta-feira, 19, a revogação do título de cidadão honorário do Estado do Paraná concedido ao ex-ministro José Dirceu (Casa Civil/Governo Lula) em 2003. Dirceu está preso no dia 3 de agosto, na Operação Pixuleco, 17º capítulo da Lava Jato,  sob acusação de envolvimento no esquema de corrupção na Petrobrás. O ex-ministro ocupa uma cela com dois contrabandistas na Custódia da Polícia Federal, em Curitiba.

LEIA ÍNTEGRA DO PROJETO DE LEI APRESENTADO PELO DEPUTADO

A honraria concedida ao petista estava prevista numa lei apresentada pela bancada do PT em 2003 e contou com o apoio do então deputado André Vargas – que também foi preso no âmbito da Lava Jato, em abril deste ano.

“É inconcebível que o Dirceu seja considerado cidadão honorário do Paraná. Ele nada tem de honorário. É apenas um corrupto já condenado que está sendo novamente investigado por ter participado da roubalheira na Petrobrás”, disse o parlamentar paranaense, ao citar também a primeira vez em que Dirceu foi preso, depois de ser condenado no processo do mensalão. Atualmente, o ex-ministro também cumpre pena referente àquela ação penal em regime domiciliar.

José Dirceu. Foto: André Dusek/Estadão

José Dirceu. Foto: André Dusek/Estadão

“Do que adianta a gente apresentar um título a alguém se um criminoso preso tem essa honraria? Precisamos restaurar a credibilidade do instrumento”.

Para revogar a lei, Francischini apresentou em plenário nesta quarta um projeto de lei que solicita a revogação do título dado a Dirceu. A previsão do parlamentar é de que o projeto seja votado em “duas ou três semanas”. “A honraria é dada para quem tem reputação ilibada. E reputação ilibada é o que ele não tem”, disse o deputado.

O advogado de defesa de Dirceu, Roberto Podval, disse que “não perderá tempo pensando na postura política do deputado”. “Tenho problemas demais para me preocupar”, afirmou.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.