Delegado que interrogou Lula deixa a Lava Jato rumo à Olimpíada

Delegado que interrogou Lula deixa a Lava Jato rumo à Olimpíada

Outro integrante da força-tarefa da operação, Eduardo Mauat, sai do grupo de trabalho e retorna às atividades normais na Polícia Federal

Julia Affonso, Fausto Macedo e Ricardo Brandt

03 de julho de 2016 | 13h02

Delegado Luciano Lima. Foto: Sylvio Sirangelo/TRF4

Delegado Luciano Lima. Foto: Sylvio Sirangelo/TRF4

O delegado federal Luciano Flores de Lima, que interrogou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na condução coercitiva do petista em 4 de março deste ano, deixou a equipe da Operação Lava Jato. Luciano Flores vai compor a equipe da PF na Olimpíada do Rio, de acordo com o Jornal Nacional.

mauat-lavajato

Outro integrante do Grupo de Trabalho da Lava Jato, o delegado Eduardo Mauat da Silva, também deixa a equipe, em Curitiba. Mauat vai retornar à Polícia Federal do Rio Grande do Sul.

[veja_tambem]

Os dois entregaram as investigações que comandavam.

Em despacho nos autos da Lava Jato, o delegado avisou, em 30 de junho, que estava de saída.

“Considerando o término da missão deste delegado junto à Operação Lava Jato no próximo dia 1 de julho de 2016, sejam os autos conclusos ao chefe da DRCOR/SR/PR para fins de redistribuição”, anotou Eduardo Mauat.

O Federal transferiu para o delegado Marcio Anselmo, da Lava Jato.

Tudo o que sabemos sobre:

operação Lava Jato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.