Decano do Supremo, Marco Aurélio é submetido a cirurgia para retirada de carcinoma

Decano do Supremo, Marco Aurélio é submetido a cirurgia para retirada de carcinoma

Ministro participou da sessão da Primeira Turma desta terça, 6, com um curativo ao redor da cabeça

Paulo Roberto Netto

06 de abril de 2021 | 17h01

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, durante sessão da Primeira Turma nesta terça, 6. Foto: STF / Reprodução

O ministro Marco Aurélio Mello, decano do Supremo Tribunal Federal, passou por uma cirurgia para a retirada de um carcinoma, um tipo de câncer de pele. O ministro participou da sessão da Primeira Turma desta sexta, 6, com um curativo ao redor da cabeça.

Ao Estadão, o decano afirmou que está se recuperando e que deve retirar o curativo nesta quarta, 7. “Vou-me recuperar. Amanhã tiro esse curativo arcaico da Idade Média, mas não podia deixar de fazer a sessão. Mais importante que o invólucro é o conteúdo”, disse o ministro, que ressaltou a opção de não ter tirado uma licença médica.

Em nota, o Supremo informou que como este tipo de lesão não provoca metástase, com a retirada do carcinoma não será mais necessário nenhum tipo de tratamento posterior.

“O ministro foi liberado para prosseguimento normal de suas atividades e informou estar muito bem de saúde”, apontou o tribunal.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.