Cúpula do Tribunal de Justiça de São Paulo toma posse nesta terça, sem formalidades

Cúpula do Tribunal de Justiça de São Paulo toma posse nesta terça, sem formalidades

Desembargadores do Conselho Superior da Magistratura e da Diretoria da Escola Paulista da Magistratura, eleitos em dezembro em pleito com recorde de votos válidos, assumem seus cargos em ato administrativo na Sala Ministro Costa Manso, no 5.º andar do Palácio da Justiça (Plenária)

Redação

06 de janeiro de 2020 | 07h00

Desembargadores do Conselho Superior da Magistratura e da Diretoria da Escola Paulista da Magistratura foram eleitos em dezembro em pleito com recorde de votos válidos. Foto: TJ-SP

Os integrantes do Conselho Superior da Magistratura (CSM) e da Diretoria da Escola Paulista da Magistratura – eleitos em pleito com recorde de votos válidos, no dia 4 de dezembro, para os cargos de direção e cúpula do Poder Judiciário paulista para o biênio 2020/2021 – assumirão seus cargos, sem formalidades, nesta terça, 7, às 14 horas, em ato administrativo na Sala Ministro Costa Manso, no 5.º andar do Palácio da Justiça (Plenária).

Será o retorno do recesso de fim de ano. O presidente eleito, desembargador Geraldo Francisco Pinheiro Franco, e os demais integrantes do Conselho Superior da Magistratura e Escola Paulista da Magistratura optaram em realizar a posse solene, na Abertura do Ano Judiciário, na primeira semana de fevereiro, em data a ser informada oportunamente, no Salão dos Passos Perdidos – 2.º andar do Palácio da Justiça.

Confira os desembargadores que assumirão os cargos nesta terça, 7:

Conselho Superior da Magistratura (biênio 2020/2021)

  • Geraldo Francisco Pinheiro Franco (presidente)
  • Luis Soares de Mello Neto (vice-presidente)
  • Ricardo Mair Anafe (corregedor-geral da Justiça)
  • Guilherme Gonçalves Strenger (presidente da Seção de Direito Criminal)
  • Paulo Magalhães da Costa Coelho (presidente da Seção de Direito Público)
  • Dimas Rubens Fonseca (presidente da Seção de Direito Privado)

Escola Paulista da Magistratura (biênio 2020/2021)

  • Luís Francisco Aguilar Cortez (diretor)
  • Milton Paulo de Carvalho Filho (vice-diretor)
  • Renato Rangel Desinano (Seção de Direito Privado)
  • Dácio Tadeu Viviani Nicolau (Seção de Direito Privado)
  • Moacir Andrade Peres (Seção de Direito Público)
  • Luciana Almeida Prado Bresciani (Seção de Direito Público)
  • Fernando Antonio Torres Garcia (Seção de Direito Criminal)
  • Adalberto José Queiroz Telles de Camargo Aranha Filho (Seção de Direito Criminal)
  • Carlos Bortoletto Schmitt Corrêa (juiz de entrância final)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: