Corregedoria investiga promotor que chamou Gilmar de ‘o maior laxante’

Corregedoria investiga promotor que chamou Gilmar de ‘o maior laxante’

Conselho Nacional do Ministério Público abre procedimento sobre conduta de Fernando Krebs, promotor de Justiça em Goiás, que, em entrevista à emissora de rádio, atacou ministro do Supremo por suas decisões de soltar acusados de colarinho branco

Luiz Vassallo e Fausto Macedo

09 Junho 2018 | 05h00

Ministro Gilmar Mendes. Foto: Daniel Teixeira/Estadão

O Conselho Nacional do Ministério Público investiga a conduta do promotor de Justiça Goiano Fernando Krebs após afirmar, em entrevista, que o ministro Gilmar Mendes ‘é o maior laxante do Brasil’.

Documento

Em conversa com a rádio Brasil Central, de Goiânia, o promotor acusou o ministro de ‘soltar todo mundo, sobretudo os criminosos de colarinho branco’.

“Ele [Gilmar Mendes] cria sua própria lei. ALiás, eu não sei como o Gilmar é ministro do Supremo. Será que não tem ninguém com peito no Brasil para investigar um ministro do Supremo?”, afirmou Krebs.

O ministro entrou com representação contra Krebs junto ao Conselhão do MP ’em razão da
realização de afirmação ofensiva’.

Para o corregedor nacional do Ministério Público, Orlando Rochadel Moreira, levou em consideração o ‘possível enquadramento de infração disciplinar da conduta praticada pelo Promotor de Justiça’  ao instaurar a reclamação disciplinar.

Moreira deu a Krebs o prazo de 10 dias informações relevantes e pertinentes para o processo. Também determinou que a Rádio seja oficiada para entregar o áudio da entrevista em até cinco dias.

Mais conteúdo sobre:

Gilmar Mendes