Controladoria e PF põem ‘Dose para Leão’ contra superfaturamento de 400% na saúde em Araguaína

Controladoria e PF põem ‘Dose para Leão’ contra superfaturamento de 400% na saúde em Araguaína

Operação conjunta, deflagrada nesta quinta, 27, investiga desperdícios na compra de medicamentos e insumos médico-hospitalares e odontológicos pela secretaria de Saúde do município do Tocantins

Luiz Vassallo e Fausto Macedo

27 de junho de 2019 | 12h02

Ruas de Araguaína Foto: Reprodução/Google Street View

A Controladoria-Geral da União e a Polícia Federal deflagraram, nesta quinta, 27, no Tocantins, a Operação ‘Dose para Leão’, para investigar superfaturamento e desperdício de insumos médico-hospitalares e odontológicos na Secretaria de Saúde de Araguaína, adquiridos com recursos repassados pelo SUS.

Araguaína, com cerca de 180 mil habitantes, fica a 380 quilômetros de Palmas.

Constatações

A Operação ‘Dose para Leão’ consiste no cumprimento de 12 mandados de busca e apreensão, nos municípios de Palmas e Araguaína, além de Goiânia e Aparecida de Goiânia. A força-tarefa mobiliza seis auditores da CGU e 50 policiais federais.

Segundo a Controladoria, a investigação teve início após denúncia sobre irregularidades no Centro Logístico da Prefeitura Municipal, como o descontrole nas compras de insumos e medicamentos, ‘o que gerou perdas por vencimento dos prazos de validade de diversos produtos, bem como a aquisição desnecessária de diversos itens com baixa rotatividade’.

A investigação aponta superfaturamento em diversos itens adquiridos pela Secretaria de Saúde, chegando a 400% em alguns casos, ‘assim como a existência de produtos adquiridos por preços inexequíveis, ou seja, abaixo do preço de custo, o que gera suspeitas sobre a utilização do artifício denominado ‘jogo de planilha’.

Os valores dos contratos firmados pela prefeitura com as empresas envolvidas na investigação somam cerca de R$ 12,5 milhões.

COM A PALAVRA, A SECRETARIA DE SAÚDE DE ARAGUAÍNA

A reportagem tentou contato com a Secretaria de Saúde do município de Araguaína. O espaço está aberto para manifestação.

Tudo o que sabemos sobre:

AraguaínaPolícia Federal

Tendências: