Com quadro de pneumonia, Toffoli continuará internado e afastado do STF por mais dez dias

Com quadro de pneumonia, Toffoli continuará internado e afastado do STF por mais dez dias

Ministro chegou a ser testado para Covid-19 e apresentou resultado negativo

Rayssa Motta

29 de maio de 2020 | 15h35

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli. Foto: Fellipe Sampaio /STF

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, continuará de licença por pelo menos mais dez dias após ser diagnosticado com pneumonia. De acordo com boletim médico, o ministro está bem, mas ainda não há data prevista para alta hospitalar.

Toffoli precisou passar por uma cirurgia para retirada de um abscesso no último sábado, 23, e, desde então, está internado para monitoramento. Ele chegou a ser testado para Covid-19 e apresentou resultado negativo.

Segundo a equipe médica que acompanha o ministro, “houve melhora clínica significativa com as medidas terapêuticas implementadas nas últimas 48h, com previsão de alta para os próximos dias”.

Depois disso, a recomendação é repouso domiciliar até uma nova avaliação do quadro clínico.

O ministro Luiz Fux assumiu interinamente a presidência da Corte depois que Toffoli foi afastado.

Tudo o que sabemos sobre:

Dias ToffoliSTF [Supremo Tribunal Federal]

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: