Cocaína no vinho

Cocaína no vinho

Quatro pessoas foram presas na madrugada desta sexta, 22, no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, tentando embarcar com a droga para países da África e da Ásia Ocidental também em frascos de perfume e em meio a catálogos

Pepita Ortega

22 de novembro de 2019 | 17h36

A Polícia Federal prendeu, na madrugada desta sexta, 22, no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, quatro pessoas tentando embarcar com mais de 30 quilos de cocaína para países da África e da Ásia Ocidental. Policiais federais, com o auxílio de cães farejadores, identificaram no porão de bagagens quatro malas com a droga.

Polícia Federal encontrou amostras do entorpecente em vinho. Foto: PF/Divulgação

A cocaína foi encontrada diluída em vinho e também em frascos de perfume e em meio a catálogos.

A cocaína diluída no vinho foi encontrada na mala de uma venezuelana de 45 anos que embarcaria para o Líbano. Ela carregava três embalagens da bebida, somando quase 12 quilos da droga.

Polícia Federal encontrou amostras do entorpecente em vinho. Foto: PF/Divulgação

Já os catálogos recheados com mais de 5 Kg de cocaína foram encontrados na mala de um nigeriano de 42 anos que viajaria para seu país natal.

A estratégia de ocultar a droga em frascos de perfume foi utilizada por outros dois presos, segundo a PF.

Polícia Federal encontrou amostras do entorpecente em vinho. Foto: PF/Divulgação

Dentro da mala de uma brasileira de 25 anos que disse estar grávida, foram encontrados 185 frascos contendo mais de 11 quilos de cocaína. Ela pretendia embarcar para Lagos, na Nigéria.

A PF encontrou ainda mais cinco quilos de cocaína ocultos da mesma forma na na mala de um nigeriano de 43 anos que tinha como destino seu país.

Tudo o que sabemos sobre:

CocaínaPolícia Federal

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.