Cocaína no cosmético

Cocaína no cosmético

Polícia Federal flagra nigeriano no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, tentando embarcar para a Etiópia com 10 quilos da droga ocultos sob fundo falso de 82 produtos de maquiagem

Pepita Ortega

09 de janeiro de 2020 | 14h30

Nigeriano tentou embarcar com 10 quilos de cocaína ocultos em fundo falso de 82 produtos cosméticos. Foto: Polícia Federal

A Polícia Federal prendeu um nigeriano de 24 anos no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos/Cumbica, na noite de segunda, 6, tentando embarcar com 10 quilos de cocaína ocultos em fundo falso de 82 produtos cosméticos.

Os agentes da PF foram acionados por funcionários que operam o aparelho de raio-x no porão de bagagens após identificarem a droga oculta em uma mala despachada para Addis Ababa, na Etiópia, tendo Port Harcourt, na Nigéria, como destino final.

Segundo a PF, o nigeriano havia sido beneficiado pela Lei do Refúgio em 2016. Ele se encontrava na condição de residente.

Nigeriano tentou embarcar com 10 quilos de cocaína ocultos em fundo falso de 82 produtos cosméticos. Foto: Polícia Federal

O passageiro foi localizado próximo ao portão de embarque e foi conduzido à Delegacia da PF no aeroporto para acompanhar os exames periciais em seus pertences. Os peritos criminais federais constataram um total de 10 kg de cocaína ocultos no fundo falso de 82 produtos cosméticos.

O homem foi preso em flagrante e será conduzido a um presídio estadual.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: