Cocaína na cachaça

Cocaína na cachaça

Polícia Federal flagra brasileira de 28 anos no Aeroporto Internacional de São Paulo (Guarulhos-Cumbica) tentando embarcar para Lisboa com quatro quilos da droga ocultos em garrafas de aguardente

Redação

25 de março de 2022 | 13h46

Brasileira de 28 anos foi presa após PF encontrar quatro quilos de cocaína em sua mala. Foto: Polícia Federal

A Polícia Federal apreendeu, na madrugada desta sexta-feira, 25, no Aeroporto Internacional de Guarulhos, cerca de quatro quilos de cocaína escondidos no interior de garrafas de cachaça. Dona da mala onde estavam acondicionados os vasilhames, uma brasileira de 28 anos, foi presa e vai responder por tráfico internacional de drogas.

A apreensão ocorreu após os policiais federais serem acionados por funcionários que fiscalizam as bagagens despachadas. Com auxílio dos aparelhos de raio-x, eles identificaram as garrafas contendo conteúdo suspeito.

A PF então localizou a dona da mala, que embarcaria em um voo com destino a Lisboa, em Portugal. Ela já estava em seu assento no avião quando foi convidada para acompanhar a revista em sua bagagem.

Na Delegacia da PF no aeroporto, a mala foi aberta e as garrafas retiradas. Ao serem abertas, os agentes observaram que elas continham pouquíssimo líquido, apesar de o peso ser equivalente ao de garrafas cheias. Os vasilhames foram abertos e os agentes constataram que neles haviam sido ocultados mais de quatro quilos de cocaína.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.