Cleo vai à polícia contra invasão de seu Instagram

Cleo vai à polícia contra invasão de seu Instagram

Segundo advogados da atriz, que nesta quarta, 16, fez boletim de ocorrência na Delegacia dos Jardins em São Paulo mais de 600 mil acessaram 'link malicioso'

Pepita Ortega e Fausto Macedo

17 de outubro de 2019 | 08h06

A atriz e cantora Cleo. Foto: Tiago Queiroz / Estadão – 19.03.18

A cantora e atriz Cleo compareceu nesta quarta, 16, ao 78º Distrito Policial, na região dos Jardins, em São Paulo, para registrar um Boletim de Ocorrência após ter sua conta no Instagram invadida por hackers. Segundo a defesa, mais de 600 mil pessoas acessaram ‘link malicioso’ postado na rede social da atriz.

A investigação vai apurar o crime de invasão de dispositivo informático, previsto no artigo 154-A do Código Penal.

O advogado da atriz, Luiz Augusto Filizzola D’Urso, indicou que apura como a rede social da atriz foi invadida.

Foto: Instagram

“A ida de Cléo a Delegacia, para lavrar o Boletim de Ocorrência, foi decidida como medida imediata e necessária. Agora, pela investigação, iremos trabalhar para localizar, urgentemente, o criminoso que invadiu seu Instagram”, indicou o especialista em Direito Digital e Cibercrimes.

Publicação feita por hackers em perfil oficial da atriz Cleo no Instagram. Foto: Reprodução / @cleo

Após a invasão da conta de Cleo, foi feita uma postagem na rede social da atriz que anunciava a ‘doação’ de mil celulares do iPhone XS. O aparelho custa, em média, R$ 8 mil.

O perfil ainda divulgou, na sessão de vídeos nos stories, que distribuiria dois mil aparelhos da Apple, mil notebooks da marca, novecentos Apple Watch’s e carros.

Após recuperar o controle de sua conta, a atriz postou vídeos, incentivando seus seguidores a trocarem suas senhas caso tivessem acessado o link postado em seu perfil.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: