Cinco momentos onde o crédito pode ser aliado dos seus objetivos de vida

Cinco momentos onde o crédito pode ser aliado dos seus objetivos de vida

Fernando Miranda*

04 de maio de 2021 | 05h45

Fernando Miranda. FOTO: DIVULGAÇÃO

Crédito pode ser um bicho de sete cabeças para muitos. Há um fator psicológico no ato de emprestar dinheiro, e muitos brasileiros já passaram por maus bocados na hora de colocar as contas em dia, já que os juros e condições apresentadas no mercado não são muito animadoras.

Segundo uma pesquisa do Itaú Unibanco, em parceria com o Datafolha, sobre a relação emocional do brasileiro com dinheiro (97%) disseram ter dificuldade em lidar com o próprio dinheiro e metade (49%) evita até mesmo pensar em dinheiro para não ficar triste. A pesquisa publicada no site Valor Econômico ainda traz outro dado: 46% dos brasileiros preferem nem olhar para as finanças, pois acreditam estar errando na condução do seu planejamento. Como diz o ditado: se os olhos não veem, o coração não sente.

Mas nem sempre o crédito é o vilão da história. Para quem busca olhar além dos fatores psicológicos, pode-se encontrar uma outra metáfora: crédito pode ser uma ponte para você trazer para o presente algo que você só poderia fazer no futuro.

Novos desejos, novos momentos de vida

Cada um de nós deseja, de tempos em tempos, novidades, movimento, mudança. Muitos já viajaram pelo mundo, realizaram a cerimônia de casamento perfeita ou conquistaram a tão sonhada casa própria, por exemplo. Mas, o que vem depois? Quando queremos construir novas metas e objetivos para o futuro e o capital não está lá, é possível buscar alternativas que nos ajudem a realizar mais.

Pensando nisso, separamos cinco maneiras onde você pode usar o crédito a seu favor:

1 – Abrir uma empresa

Quando temos tudo planejado para um novo negócio e chega a hora de investir para, finalmente, tornar realidade o sonho. Mas, imprevistos podem acontecer. Afinal, alavancar um negócio do zero não é tarefa fácil.  Em um momento onde auxílios governamentais estão difíceis, solicitar crédito é uma maneira eficaz de obter Capital de Giro e Fluxo de Caixa para finalmente sair do regime CLT e empreender.

2 – Nascimento dos filhos

Filhos demandam não só tempo, mas também muito dinheiro. É necessário reformar o imóvel ou cômodo, montar o enxoval, investir muitas vezes em babá, aí vêm os brinquedos, entre outras coisas. Nessa hora, buscar um crédito de fora pode ser uma boa opção para quitar dívidas antigas, trocar por uma com menos juros e ter caixa para não ficar no “sufoco”.

3 – Reformas e nova decoração

Às vezes nos pegamos infelizes com o lugar em que moramos. Esse é um sentimento que se intensificou com a pandemia do Covid19. A sala apertou, o quarto de hóspedes virou escritório, a família já não cabe mais e é preciso mudar. Vale considerar uma bela reforma na casa ou no apartamento para deixar o local mais aconchegante e acolhedor.

4 – Estudo e carreira

Investir em estudo e na carreira é sempre um momento de crescimento para o futuro. Portanto, faz-se necessário para quem quer alavancar não só o currículo, mas, também, aumentar o salário num futuro próximo.

5 – Expansão do seu negócio

Se você já atingiu certo nível de sucesso do seu negócio e sente que é hora de crescer, mas, para isso, precisa de um dinheiro que não tem no momento, é hora de solicitar crédito para Capital de Giro. Expandir sua empresa fará com que os ganhos aumentem e você conquiste novos clientes, parceiros e horizontes.

Para quem tem um imóvel, refinanciar o bem pode ser o caminho

Uma boa opção de crédito para cada um desses momentos de vida ganha força no Brasil é o home equity. Isso porque o Crédito com Garantia de Imóvel (CGI) traz muitos benefícios a quem precisa de dinheiro e deseja melhores condições de pagamento, além de juros mais baixos que os empréstimos mais comuns. Sem contar que o seu uso não está atrelado a uma operação de compra específica, como no caso dos financiamentos.

fintechs especializadas nessa modalidade, em que, além de tudo, praticamente se pode “escolher” quando e como começar a pagar: com prazos de um, três e até seis meses de carência; pode-se também, por exemplo, pular um mês de pagamento parcela, quando você estiver mais “apertado”. Além de outras flexibilidades que só empresas de tecnologia podem oferecer, como atendimento personalizado e acompanhamento do contrato de forma 100% online, sem filas ou gerentes.

Nesta modalidade de empréstimo, você oferece o imóvel como garantia da quitação das parcelas, em troca de valores mais altos, acima de R$ 30 mil e até R$ 20 milhões, limitado a até 50% do valor do imóvel. Com isso, paga juros muito mais baratos, com parcelas baixas e com prazos longos de pagamento.

Então, se você tem um imóvel quitado e está em um dos momentos citados acima, ou, ainda, precisa de um empréstimo justo, procure a modalidade home equity e realize seus sonhos e metas hoje.

*Fernando Miranda é coordenador de Conteúdo na Pontte

Tudo o que sabemos sobre:

Artigo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.