Dono de churrascaria é detido pela Polícia Civil por placa que prometia ‘1 ano de churrasco grátis para quem matar o João Doria Jr’

Dono de churrascaria é detido pela Polícia Civil por placa que prometia ‘1 ano de churrasco grátis para quem matar o João Doria Jr’

O caso foi registrado como incitação ao crime e encaminhado ao Juizado Especial Criminal (Jecrim)

Redação

05 de fevereiro de 2021 | 17h25

churrasco-gratis-para-quem-matar-joao-doria-la-casa-de-parrilla

Proprietário de churrascaria na Vila Mariana escreveu em lousa que oferecia ‘1 ano de churrasco grátis para quem matar o João Doria Jr’

O dono da La Casa de Parrilla, churrascaria localizada na Vila Mariana, zona sul de São Paulo, foi detido na última quarta (4) pela Polícia Civil porque colocou uma placa em frente ao estabelecimento que prometia ‘1 ano de churrasco grátis para quem matar o João Doria Jr’. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, ele responde por incitação ao crime e o caso foi encaminhado para o Juizado Especial Criminal (Jecrim). 

A pasta também informou que o comerciante, de 40 anos, já prestou depoimento, se comprometeu a comparecer em juízo e vai responder em liberdade. A lousa, em que a mensagem foi escrita, vai ser periciada, conforme determinação da Polícia Civil. 

O governador João Doria (PSDB) tem sido muito criticado por uma parcela de comerciantes de São Paulo desde que ele determinou o fechamento de alguns estabelecimentos no Estado, por conta do aumento dos casos de coronavírus. No último dia 22, Doria estabeleceu que restaurantes e bares não podem funcionar aos finais de semana. A regra valeria até este domingo (7), porém, o governador recuou na última quarta (3) e liberou o funcionamento desses estabelecimentos. 

COM A PALVRA, A LA CASA DE PARRILLA

A reportagem entrou em contato com a  churrascaria La Casa de Parrilla  e aguarda resposta. O espaço está aberto para manifestação.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.