Chinês acusado de assassinatos de chineses em São Paulo é extraditado da Espanha para o Brasil

Chinês acusado de assassinatos de chineses em São Paulo é extraditado da Espanha para o Brasil

Crimes atribuídos a suposto integrante da Máfia Chinesa ocorreram entre 2015 e 2016, segundo a Polícia Federal

Pedro Prata

22 de fevereiro de 2020 | 08h00

A Espanha extraditou na manhã desta sexta, 21, um integrante da máfia chinesa acusado de participação nos homicídios de chineses em São Paulo entre 2015 e 2016. Outro membro da mesma organização aguarda o processo para também ser extraditado.

Ambos foram presos em Madri em um vôo de conexão com destino à China.

A Polícia Civil do Estado de São Paulo conduz as investigações e passou as informações para a Representação Regional da Interpol na capital paulista.

Foto: Interpol/Divulgação

A Polícia Federal realizou o processo de Difusão Vermelha (Red Notice) no banco de dados de procurados da Interpol após requerimento do 1.º Tribunal do Júri de São Paulo.

O procedimento permitiu que o preso fosse conduzido de Madri para São Paulo. Ele será encaminhado ao sistema prisional do Estado.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: